Alex.SilR

RSS

Day 0

My name is Alex da Silva Ribeiro, I’m studying analysis and systems development at Fatec-SO in Brazil and I decided to become an indie game developer.

Some things I have considered in making this decision was:

  • I love games! – If you don’t love games don’t even think in become an indie game developer.
  • I like coding – An indie developer will need do a little of everything in the workflow of a game. Like and don’t have fear of coding will help a lot.
  • Currently I don’t need worry about money – Develop a game is complex and take time (of course depends of the game). How the return (financial) is not guaranteed, don’t think in become an indie game developer for the money.
  • I’m not lazy to learn new things – This is perhaps one of the most important skills, not only to develop games.
  • I’m not an artist – All the art side of the game I will have difficulty or I will not be able to do it, so I will need look at free (free beer!) assets sites.
  • I’ve ideas – Everyone that likes to play have an idea of an game, even that an idea don’t worth anything without doing it is the idea that will give the push for the indie game developer go forward, so idea is important in the whole.

A few months ago I started learn Unity3D and is the engine I’ve chosen for started. I’ll start reading the book Unity 3.x Game Development Essentials – Will Goldstone.

Dia 0

Meu nome é Alex da Silva Ribeiro, atualmente curso Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Fatec-SO e decidi virar um desenvolvedor de jogos independentes.

Algumas coisas que considerei para tomar essa decisão foi:

  • Eu amo jogos! – Se você não amar jogos nem mesmo pense em se tornar um desenvolvedor de jogos independente.
  • Gosto de codificar – Como um desenvolvedor independente terá que fazer praticamente um pouco de tudo dentro do desenvolvimento do jogo, gostar e não ter medo de códigos é uma coisa importante e que vai ajudar muito.
  • Atualmente não preciso me preocupar com dinheiro – Desenvolver um jogo não é coisa simples e muito menos rápida (claro que vai variar muito dependendo do jogo que será desenvolvido). Como o retorno (financeiro) não é garantido não pense em desenvolver jogos só por causa do dinheiro!
  • Não tenho preguiça de aprender coisas novas – Essa talvez seja umas das habilidades mais importantes, não só para desenvolver jogos.
  • Não sou artista – Toda a parte relacionada a arte dentro do jogo vou ter dificuldade ou simplesmente não vou conseguir criar (como música e sons). Pelo menos no começo vou recorrer a conteúdo grátis.
  • Tenho ideias para jogos – Praticamente todas as pessoas que gostam de jogar tem aquela ideia de jogo ideal, mesmo que uma ideia não seja valiosa é ela que vai dar a vontade de querer desenvolver um jogo! Então monetariamente ela não é valiosa, mas dentro do todo (para indie pelo menos) ela é muito importante.

Alguns meses atrás comecei a dar uma olhada na Unity3D e é a engine que escolhi para começar. Como preciso relembrar e aprender muita coisa vou ler o livro Unity 3.x Game Development Essentials - Will Goldstone como ponto de partida.